Costa do Sol,

quinta-feira, agosto 18, 2022
spot_img

Leia a nossa última edição #08

spot_img

Gerador e turbina marcam nova etapa do projeto Marlim Azul em Macaé

Mais lidas

- Advertisement -

O deslocamento de duas peças importantes na construção e montagem da Usina Termelétrica Marlim Azul marca uma nova etapa na instalação do empreendimento que transforma Macaé na “Cidade Energia”.

Na terça-feira (4), os novos equipamentos começaram a ser deslocados do Porto do Açu, na cidade de São João da Barra, para o canteiro de obras da Marlim Azul, situada às margens da RJ-168 em Macaé. Esta operação já é considerada como a maior estratégia de logística rodoviária do Brasil.

O primeiro a chegar a Macaé foi o gerador de 500 toneladas com capacidade de produzir 615 MW (megawatt) por hora. Só para ter uma ideia, a produção deste equipamento é equivalente a suprir o consumo direto de 1,5 milhão de pessoas.

Já a turbina também está prevista para chegar a Macaé ainda neste mês. Fabricado no Japão pela Mitsubishi, o equipamento garantirá a Termelétrica Marlim Azul a capacidade de produção de energia por 24h.

No CLIMA (Complexo Logístico e Industrial de Macaé), o canteiro de obras da Termelétrica já prepara a chegada do gerador e turbina, equipamentos que demonstram as dimensões da infraestrutura e inovação do empreendimento, cuja tecnologia importada do Japão torna-se referência no mercado nacional de produção de energia.

“A Marlim Azul representa hoje investimentos em tecnologia em autonomia de produção no que há de mais avançado no mundo. A capacidade de operação da Termelétrica representa a modernidade do mercado nacional, tornando Macaé uma referência também neste contexto”, analisa o consultor técnico do Grupo Vale Azul – responsável pelo CLIMA, José Eduardo Carramenha.

A previsão é que a Usina Termelétrica Marlim Azul entre em operação a partir do primeiro trimestre de 2022.

Por Márcio Siqueira.

- Advertisement -

Últimas noticias

- Advertisement -