Costa do Sol,

quinta-feira, agosto 11, 2022
spot_img

Leia a nossa última edição #08

spot_img

Macaé:Ressaca provoca reforço na Fronteira até domingo (1º)

Mais lidas

- Advertisement -

Foi realizada neste sábado (31) uma força-tarefa na Fronteira, com a participação de secretarias operacionais. A ação junto aos que têm moradia à beira do mar foi iniciada nesta sexta-feira (30), conta com monitoramento das casas e se estende até domingo (01), período em que está previsto o fim da ressaca.

Uma das propostas é reforçar o enroncamento, ou seja, a proteção de barragens com pedras, principalmente das adjacências das Travessas 6 e 7. A força tarefa conta com a atuação das secretarias Adjunta de Habitação, Defesa Civil, Serviços Públicos e Desenvolvimento Social. O objetivo é realizar o acompanhamento das moradias que se encontram em áreas de risco e também monitorar o avanço do mar, que está passando por ciclo da maré.

O ponto principal do trabalho será verificar a força da maré, que segundo a Defesa Civil poderá ter seu pico neste sábado, às 19h.

Na sexta-feira (30), uma moradora da área atingida pela ressaca foi encaminhada para Pousada da Cidadania. Já neste sábado (31), foram abordadas famílias que vivem em casas em situação de risco, que são alvos da ressaca. Elas foram convidadas pelas equipes para desocuparem os imóveis.

A maior parte dos moradores das áreas de risco não quis se deslocar para abrigos da Prefeitura e casas de parentes.

Durante a ação, o presidente da Associação de Moradores da Fronteira, Manoelson Pinto de Oliveira, informou que cerca de 50 famílias moram em pontos vulneráveis na região, e que, com o passar dos anos, a situação do avanço do mar está cada vez mais preocupante. “A ação da Prefeitura é muito importante, pois toda a equipe está envolvida para atender à comunidade da melhor forma. É importante que todos reflitam sobre a possibilidade de sair das casas, pois o risco é preocupante”, contou.

Estavam na força-tarefa, os secretários Adjuntos de Habitação, Leandro Mussi, Defesa Civil, Joseferson de Jesus, Serviços Públicos, Rodrigo Silva, coordenador de Média Complexidade da Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Acessibilidade, Jorge Luiz da Silva, Comunicação, Rômulo Campos, além de representantes das respectivas secretarias.

O trabalho também tem a parceria a da Secretaria de Ordem Pública e Procuradoria Geral do Município.

Também presente, o vereador Luciano Diniz elogiou a ação imediata da Prefeitura. “Agradeço aos órgãos envolvidos. Realmente, essas famílias e situação da ressaca merecem atenção especial. Tenho família nesta área e junto aos vereadores Alan Mansur e Rond Macaé temos uma propositiva para urbanização com um calçadão no trecho entre o Bar do Coco até a Fronteira”, lembra.

Equipes também realizam monitoramento na região serrana do município. O plantão da Defesa Civil é de 24h e o órgão pode ser acionado por telefone, no número 199.

- Advertisement -

Últimas noticias

- Advertisement -