Costa do Sol,

quinta-feira, agosto 18, 2022
spot_img

Leia a nossa última edição #08

spot_img

Petrobras comemora aniversário de Macaé anunciando investimento de R$24 milhões no Porto de Imbetiba

Mais lidas

- Advertisement -

A Petrobras comemorou o aniversário de Macaé, nesta quinta-feira (29), anunciando que irá investir R$24 milhões de reais para o biênio 2021 e 2022, destinados à modernização e à atualização da infraestrutura do Porto de Imbetiba.

Essa injeção de recursos visa incrementar o atendimento logístico portuário para dar suporte à rotina e aos projetos de ancoragem de plataformas da companhia. Paralelamente, a Petrobras realizou ainda contratação e mobilização de equipamentos de grande porte para atender a esses projetos. Esses investimentos geram retorno para a sociedade, através da geração de empregos, incentivo às atividades de outras empresas e consequente arrecadação de impostos.

O Porto de Imbetiba é uma das instalações portuárias próprias da Petrobras, e dispõe de três píeres e seis berços e, atualmente, realiza em torno de 115 atracações por mês. No pós-pandemia, esse número deve chegar a 150 atracações por mês.

A fim de atender aos projetos submarinos, o porto passa a utilizar três guindastes de grande porte — um com capacidade de movimentar 120 toneladas em um raio de 25 metros e dois que movimentam 30 toneladas em um raio de 35 metros. Todos estes guindastes possuem cabine elevada — o que garante mais segurança nas operações, especialmente, para os profissionais envolvidos.

Outro investimento é a ampliação da retroárea de 16 para 24 mil m², o que representa um acréscimo de 50%. Comparativamente, com a futura extensão, caberiam estacionados 235 ônibus de transporte coletivo. Esse espaço suplementar à área de armazenagem pode ser utilizado, por exemplo, para desembaraço aduaneiro e para construção e montagem de materiais de grande porte que não podem ser transportados por meio rodoviário.

Otimização

A expectativa do aumento do volume de até 150 atracações por mês no Porto de Imbetiba está ligada, em grande parte, à ampliação da janela de atracação, modelo em vigor desde abril desse ano. Passou a ser possível que as AHTS 21000 — embarcações de elevada potência que atuam como rebocador, manuseio de âncoras e transporte de suprimentos — façam atracações e desatracações sem necessidade de aguardar a maré alta.

Com esta mudança, o ganho obtido está na redução tempo de espera das embarcações, que, devido a alguma condição ambiental, por vezes, ficavam 12 horas paradas, aguardando uma nova oportunidade de atracação. Uma embarcação, mesmo parada, mantém custos de afretamento. 

O processo de homologação do porto para atuação com embarcações do tipo AHTS 21000 com calados de oito metros (medida da parte submersa da embarcação) está sendo realizado em conjunto com a Marinha, que avaliou serem as condições dos canais favoráveis a uma flexibilização.

As atividades realizadas no Porto de Imbetiba são: atracação, desatracação, carregamento e descarregamento de embarcações, bem como seu abastecimento de água e diesel; atividades de troca de turma (tripulantes das embarcações), além de armazenamento, construção e montagem de materiais de grande porte.

- Advertisement -

Últimas noticias

- Advertisement -