Costa do Sol,

quinta-feira, agosto 18, 2022
spot_img

Leia a nossa última edição #08

spot_img

Motoristas denunciam atrasos nos salários na SIT Macaé

Mais lidas

- Advertisement -

Que o transporte coletivo de Macaé já apresenta problemas há muitos anos como ônibus antigos não é novidade para ninguém. No entanto, agora a questão envolve funcionários da empresa SIT Transportes que denunciam atrasos de salários, descontos sem justificativas em contra-cheques, FGTS não recolhido e até mesmo não pagamento de terço de férias.

A boa notícia da chegada de 40 novos ônibus na frota SIT mais modernos, com wifi, câmeras de segurança e outras melhorias foi muito bem recebida pela população. Porém, os coletivos ainda não entraram em circulação no município.

Os trabalhadores afirmam que o problema financeiro vai além. Eles denunciam que a empresa não vem pagamento horas extras para os motoristas que exercem dupla função realizando cobrança de passagem durante as viagens.

Em nota, a SIT argumenta que cumpre o acordo coletivo de trabalho assinado com os trabalhadores.

“A SIT Macaé informa que possui um acordo coletivo de trabalho com seus colaboradores, que consiste em compensar as horas extras com sistema de banco de horas. Caso as horas adicionais não sejam compensadas em até um ano, a empresa segue a diretriz de pagar o trabalho extra na folha de pagamento. Em relação às férias, todos os funcionários recebem o salário pelo menos dois dias antes do período agendado”, disse o documento.

Em 2021, o prefeito de Macaé, Welberth Rezende, criou uma comissão, por meio da Portaria nº 002/2021 do Fundo Municipal de Transporte e Trânsito (FMTT), encarregada de fiscalizar os contratos oriundos da concessão da SIT.

Duas reuniões já foram realizadas com a empresa para planejar ações de melhorias na prestação de serviços. Destes encontros, resultou a aquisição dos 40 novos coletivos que entrarão em operação em breve.

Essa semana, a Secretaria de Mobilidade Urbana intensificou a fiscalização ao serviço prestado pela concessionária que atua na cidade desde 2010 com uma grande operação na Serra.

A prefeitura de Maricá também emitiu nota em relação aos serviços da SIT em que afirma que o município entende que o serviço prestado está abaixo do necessário para suprir a necessidade da população macaense, e que por isso deve ser melhorado.

A prefeitura de Macaé já iniciou o estudo técnico do projeto para elaboração de licitação da nova concessão do transporte público coletivo. O processo foi iniciado em 24 de maio.

Com informações de Bertha Muniz

- Advertisement -

Últimas noticias

- Advertisement -