Costa do Sol,

segunda-feira, agosto 15, 2022
spot_img

Leia a nossa última edição #08

spot_img

Terminal Portuário de Macaé (TEPOR): sondagem submarina vai começar

Mais lidas

- Advertisement -

O Terminal Portuário de Macaé (Tepor) finalmente terá suas obras iniciadas. A autorização para as obras do empreendimento foi dada em cerimônia realizada nesta terça-feira (15/6), no Iate Clube Macaé.

O prefeito da cidade, Welberth Rezende fez a entrega simbólica da autorização e acompanhou a chegada da primeira plataforma que irá iniciar a sondagem submarina e fará os estudos iniciais do solo.

“Renovamos a licença que garante a concepção do projeto e hoje vemos essa plataforma de geotécnica que vai fazer o início da sondagem do solo. Esse é o começo do nosso porto. Conseguimos ver a realidade do porto acontecendo, com os primeiros passos. A empresa está contando com mão de obra de Macaé, a tinta está sendo comprada no comércio local. Nosso porto vai sair e, com ele, muito desenvolvimento”, destacou o prefeito.

A certidão de consulta prévia foi deferida pela Comissão Especial de Uso e Ocupação do Solo da Coordenadoria Especial de Posturas da Secretaria Municipal de Fazenda. Com a certidão o município autoriza que a obra seja iniciada. “Falta agora a autorização da Marinha”, afirmou o consultor do Tepor, José Eduardo Carramenha.

Carramenha informou que duas plataformas irão iniciar a sondagem submarina que fará os primeiros estudos para o começo da obra da ponte e da ilha onde será instalado o Tepor.

“Com duas plataformas, o serviço de sondagem será mais rápido. A obra que vai abrir as vagas de empregos começa depois deste estudo. Há anos que a gente vem fazendo o estudo ambiental, que foi aprovado. Foi gerada a licença e a plataforma começa a fazer o estudo de engenharia, como por exemplo qual tamanho tem que ser a sapata da ponte, qual tamanho devem ser os pilares. Depois desse estudo os projetos de execução serão feitos, e, aí sim, as obras iniciam, as construtoras começam a ser contratadas com a mão de obra”, assinalou.

O especialista exemplificou que o Tepor será uma ilha no meio do mar, haverá uma ponte interligando o continente à ilha, e as plataformas farão o serviço de sondagem para verificar a resistência do solo e questões ambientais.

“A plataforma vai até uma profundidade que chegará a 18 metros da lâmina de água, depois vai perfurar e vai tirar as amostras de rocha para sabermos a resistência do solo e, com essa resistência, vamos fazer o cálculo da ponte e o cálculo da ilha”, detalhou.

Prefeito de Macaé, Welberth Rezende, visita primeira sonda que chega em Macaé para trabalhar na análise do solo marinho para instalação do Tepor. Macaé/RJ. Data: 15/06/2021. Foto: Rui Porto Filho

Complexo Portuário

Segundo o deferimento da Comissão Especial de Uso e Ocupação do solo, o Terminal Portuário de Macaé corresponderá a um Complexo Portuário com áreas offshore e onshore, interligadas entre si por uma ponte de 4,3 quilômetros de extensão que permitirá o tráfego de veículos leves e pesados e sustentará o pipe rack para passagem de dutos.

Na sua parte marítima dispõe de dois terminais. E em sua porção terrestre, possui 6.009.964 de metros quadrados subdivididos em retroáreas primária, secundária e terciária, dotadas de infraestrutura para abrigar indústrias como Unidade de Processamento de Gás Natural e atividades de logística, armazenamento e distribuição de combustíveis e derivados de petróleo.

- Advertisement -

Últimas noticias

- Advertisement -