Costa do Sol,

sexta-feira, agosto 19, 2022
spot_img

Leia a nossa última edição #08

spot_img

Ministro do STF tira professores e policiais da prioridade na vacinação contra a Covid-19

Mais lidas

- Advertisement -

Decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), suspendeu, nesta segunda-feira (03/05), uma liminar da Justiça do Rio de Janeiro que colocava professores e agentes de segurança entre os grupos prioritários para vacinação contra a covid-19 no estado.

Com isso, apenas os agentes de segurança que atuam diretamente no combate à pandemia terão à prioridade na vacinação.

Lewandowski atendeu a um pedido da defensoria pública do estado. O órgão contesta um decreto do governador Cláudio Castro (PSC), no final de março, que colocou os dois grupos profissionais entre os prioritários para a imunização.

- Advertisement -

Últimas noticias

- Advertisement -